Segunda-feira, 5 de Maio de 2008

Este rio

Este rio que nos separa e divide, que atravesso vezes sem fim a cada dia, a cada hora, quando revives em mim, sempre que me lembro de ti. Estas vidas divididas, separadas, que juntamos numa sofreguidão de amantes, no afã dos pedintes, constantemente contrariadas pelos Deuses, que parecem gostar de testar a fortaleza das emoções.
Experiências apartadas, empurradas, comprimidas, num joguete incerto, numa montanha russa de emoções contraditórias, como que ignoradas pelos transeuntes, de tudo alheados.
Quem resiste, quem sobra para contar a história destas vidas armadilhadas?

Desço o elevador inseguro do amanhã, procuro as chaves do carro, da felicidade, mais uma vez atravesso a ponte numa pressa, numa urgência do teu beijo. Esse beijo que me negas, sem te importar que só ele me dá vida, me recupera do meu sono moribundo de sapo desencantado. Um dia sem ele e afundo-me em tristeza.
O elevador move-se

Ao teu lado, tudo tem lógica e sentido.
São os teus olhos que me preenchem, o teu sorriso que me alegra, o teu abraço que me reconforta, mas só o teu beijo me dá vida.

 


publicado por BigJoao às 04:28
link do post | favorito
Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


.mais sobre o Big

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A garrafa

. Amei

. Voo razante

. Dias sempre iguais

. O mundo mudou

. Acorda Portugal

. A elevação

. e tu?

. O retorno

. A sentença

.Posts do tempo da Maria Cachuxa

.tags

. todas as tags

.Links

SAPO Blogs

.subscrever feeds