Sexta-feira, 6 de Abril de 2012

O torpor

Fui procurar o significado da palavra crise e achei interessante o que encontrei.

 

Crise - "estado de um doente que se deve à luta entre o agente agressor infecioso e as forças de defesa do organismo.

Manifestação violenta, repentina e breve de um sentimento, entusiasmo ou afeto; acesso: crise de gargalhadas; crise de arrependimento.

Fig. Momento perigoso ou difícil de uma evolução ou de um processo; período de desordem acompanhado de busca penosa de uma solução: a adolescência é uma crise necessária."

 

Estamos em crise, somos portanto doentes em busca penosa de uma solução. Podemos procurar a solução sozinhos ou em grupo, sabendo à priori que, sozinhos é muito mais difícil e talvez nem todos a vamos conseguir encontrar. Então a solução passa por congregar esforços, cerrar fileiras e juntarmo-nos à volta dum projecto que nos motive, que nos arranque deste torpor de país moribundo. Não estamos moribundos.

Vestimos uma pele portuguesa que nos tem bastado durante séculos para resistirmos às maiores violências, às maiores dificuldades. É vulgar distrairmo-nos com a nossa própria dor, que dá voz ao fado, ou distrairmo-nos com o barulho das luzes do lucro fácil, tentando arrepiar caminho, mas nunca recuamos perante adversidade.

 

Venha de lá o projecto nacional, por favor mudem os actores, que estes são autistas políticos, ou então plantem uma ideia ou duas na cabeça do lider.

 

 

Abri um bar. Tenho mais cursos e formação profissional que qualquer golfinho amestrado e não consigo trabalho. "Tem um curriculum demasiado bom"!?!? Demasiado!? Óptimo! Explore-me! apetece responder.

Acredito que nesta altura da crise, só projectos que criem novos negócios podem funcionar. Ninguém vai dar trabalho a ninguém. As coisas vão mudar para muita gente. Os anti-depressivos vão ser o negócio desta próxima década.

Acredito nisto. Quem acreditar comigo, venha beber uma cerveja ao Bar da ANL (remo) na Doca de Santo Amaro.


publicado por BigJoao às 17:08
link do post | Comentar retratos | favorito
Segunda-feira, 2 de Junho de 2008

Rock in Bela Vista

Não é isto um blog? Pois então que sirva para isso mesmo. :)

Fui festejar o meu aniversário ao Rock in Rio, prenda do "mê amori"! E que prenda! :)
Nunca tinha ido e gostei. Gostei do ambiente, da música, da companhia. :) Não gostei da "vedeta" Amy Winehouse.

Uma multidão enorme encheu as colinas do parque e, por uma vez, transformou aquela zona da cidade num espaço mais civilizado. Muitos seguranças à entrada impediam que as pessoas levassem, imagine-se, água para dentro do recinto. Cambada de bêbados! :)
Lá dentro havia de tudo, o carrossel do Lipton, sofás de encher, bóias com o patinho à frente (ainda estou para saber o porquê deste artefacto), multibanco, telemóveis, karaoke e... claro, muita cerveja.

Dos três palcos disponíveis, só acabámos por aproveitar mesmo o principal. Aí, desde uma Ivete Sangalo sempre a gritar "tira o pé do chão", ao Paulo Gonzo, Lenny Kravitz e, claro a inaceitável Srª Winehouse. Valeu a pena e recomendo. :)

 



publicado por BigJoao às 18:56
link do post | Comentar retratos | favorito

.mais sobre o Big

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.posts recentes

. O torpor

. Rock in Bela Vista

.Posts do tempo da Maria Cachuxa

.tags

. todas as tags

.Links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds