Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2011

Insanidade II

A realidade ultrapassa sempre a ficção. Ainda foi mais estúpido do que imaginei. Uma visita do pai à própria filha rodeada de gente a escrutinar cada gesto, humilhante para todos os que lá estiveram... só os pais não era suficiente? Deixo o video do que aconteceu.

 

sinto-me:
música: http://www.youtube.com/watch?v=XBtRRqY1h80

publicado por BigJoao às 11:17
link do post | Comentar retratos | comentários aos retratos (2) | favorito
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

Eu é que sou o persidente da xunta!

Seis candidatos.

 

Na Tv vê-se que as pessoas se acotovelam com fraco entusiasmo para ver passar o indivíduo. É mau comunicador.

- Como justifica a venda das acções?

- Houve aproveitamento da sua influência?

A multidão faz silêncio mas não se ouve nenhuma voz. A procissão segue o seu caminho, cabisbaixa, diminuída pela incapacidade do "seu líder".

 

 

Na sala propositadamente pequena os ombros apertam-se. O calor sufoca enquanto uma voz de trovador se ergue para admitir que nem as suas finanças consegue gerir. A voz afaga os presentes de tanta impulsividade, de tanto coração a transbordar amor. As pessoas amam-no, amam o cidadão, o poeta, sem acreditar nele travestido de presidente.

 

 

Ainda não tinha sido feita a pergunta e o candidato falava já nos grandes grupos económicos, nos especuladores, na exploração dos trabalhadores e nos latifundiários. Os desempregados sentiram-se também um pouco trabalhadores, os rendimentos sociais de inserção identificaram-se com ele, com o conforto e a ilusão de que a vida pode continuar a ser assim, os reformados olharam-no com o descrédito dos que sabem que a vida não é assim.

 

 

O ar sério de menino que cresceu e tem o desejo de se mostrar lá para casa, faz com que a irreverência sobressaia. Sempre agressivo e a apontar dedos. A palavra de ordem é o NÃO. Não há tourada, Não há soluções, só acusações e ambição de poder um dia dizer que se esteve lá.

 

 

O passado humanitário e o reconhecimento da competência necessária ao funcionário leva-o ao deslumbre de cumprir o sonho. Não tem o verbo fácil de um político experiente, levam-lhe facilmente a credibilidade e torcem-na sacudindo-a sem pudor, quase retirando o mérito do seu passado de obra sem política.

 

 

Sorri satisfeito por ter conseguido as assinaturas, por estar na TV e poder "dizer coisas". - Afinal é de esquerda ou de direita? - Concorre pela direita?

Diz-se de esquerda mas a usar o trampolim da direita. Afinal esquerda, direita é tudo igual. No fim da campanha vai conseguir mais uns clientes e ser conhecido em todo o país.

 

 

 

 

Onde estão os candidatos!? Isto não chega!


publicado por BigJoao às 15:34
link do post | Comentar retratos | favorito
Domingo, 11 de Abril de 2010

Decisões

No conta quilómetros as capicuas insistiam em aparecer, sem que conseguisse entender o seu significado, se é que o tinham. Passados 131 Km ainda não sabia definir a emoção que o arrancara da mesa de formação e o empurrava com urgência para o norte.
A conversa da noite anterior fizera atingir um pico de energia. Todas as células do seu corpo gritaram em uníssono e o arrastavam agora naquela direcção.
Bastou um simples SMS nesse dia, uma simples pergunta... e tudo se tornou inadiável. "Não precisas de responder, estou a caminho!"
:
:
:


publicado por BigJoao às 02:00
link do post | Comentar retratos | comentários aos retratos (1) | favorito
Quinta-feira, 5 de Novembro de 2009

Canções

Uma canção bonita será sempre bonita.

Deixo-vos a série Patxi Andion

 

 

Una dos y tres
http://www.youtube.com/watch?v=1F5ex2jSws8

Padre
http://www.youtube.com/watch?v=SekdEj4y8Zg

(...) Nunca te preocupó en nada, ser el primero (...)
No quisiste jamas, salvarte solo, porque no hay salvación decias, si no és con todos (...)


publicado por BigJoao às 01:35
link do post | Comentar retratos | favorito
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

Comportamentos

A arte e o engenho têm uma capacidade de nos modificar, de nos fazer alterar comportamentos como nenhuma outra coisa.

O ser humano foi feito para "fazer coisas", não para preguiçar, nem "ruminar" o passado. Situações provocatórias, podem-nos devolver a infância. Ora vejam o que se consegue com ideias:

 

 

 


Usar mais vezes as escadas pode reduzir o número de ataques cardíacos. Certo?!? :) :)


publicado por BigJoao às 19:11
link do post | Comentar retratos | favorito
Quarta-feira, 30 de Setembro de 2009

O som

Somos muitos. Espero a chegada do carro com dois colegas... algum desconforto. Chegámos a um ponto em que é impossível disfarçar que existem problemas.
O tempo escorrega-me por entre os dedos. Quando arrancamos para um carreiro de automóveis, oiço os primeiros acordes de uma melodia que reconheço.




Foi por vontade de Deus
que eu vivo nesta ansiedade.
Que todos os ais são meus,
Que é toda a minha saudade.
Foi por vontade de Deus.


Quis fazer-nos uma surpresa. Quando falou de fado a primeira vez, mencionou Cesária Évora. Algum de nós deve ter explicado que não.

Que estranha forma de vida
tem este meu coração:
vive de forma perdida;


Hoje carregou nos botões do rádio e a surpresa entrou-me peito dentro com a violência de um soco.

Quem lhe daria o condão?
Que estranha forma de vida.


No "lugar do morto" observo o caos de carros pela esquerda e direita, os prédios velhos e degradados, os novos já degradados pela cor, por estarem mal feitos.

Coração independente,
coração que não comando:
vive perdido entre a gente,
teimosamente sangrando,
coração independente.


Reprimo uma lágrima traidora. Agora em Alfama, subo as ruelas estreitas e oiço acordes ao longe, reflectidos entre si, entre paredes e esquinas. Lembro a sardinha no pão e o copo de plástico com tinto, que comi sentado na soleira de uma porta nos santos populares.

Eu não te acompanho mais:
pára, deixa de bater.


Maldita Amália que me trais, me desmontas quando me julgava de ferro, de aço. Não me pensava emigrante, mas sou. Não me pensava frágil ... não me pensava longe... não me pensava... não me pensava.

Se não sabes aonde vais,
porque teimas em correr,
eu não te acompanho mais.


Há dias assim.


publicado por BigJoao às 21:58
link do post | Comentar retratos | favorito
Sábado, 19 de Setembro de 2009

O Ramadão

Ao contrário da convicção que tinha, o Ramadão é uma época festiva para os muçulmanos.
Talvez pelas restrições por que todos passam relativamente à comida, à bebida, ao sexo e ao tabaco, estava convencido que os ia ver com ar abatido e triste. Não é assim.

As restrições são duras e só podem ser seguidas se se possuir a vontade férrea das convicções profundas. Lembrem-se que entre as 4:00h e as 20:00h, não podem comer, beber (!!?!? ), fazer meninos, ou sequer fumar o cigarrito a seguir :) :).
Passado quase um mês, a característica que me parece mais evidente é o sono, a palidez da pele e as mãos invariavelmente frias que todos apresentam. A maior parte deles estão mais gordos. É verdade!! Não se esqueçam que podem comer entre as 20:00h e as 4:00h. Com certeza que se devem “vingar” praticando o que para nós é o pecado da gula. Claro que podem não cumprir os objectivos entre portas, é uma questão de consciência.

Todos aparentam estar alegres e solidários uns com os outros. Para não ser indelicado, evito comer à frente deles. Só falo em comer porque abster-me de beber água parece-me um absurdo, fumar já deixei há um ano e o resto… o resto!?!? Onde!? Quem!? O quê!?
As festas multiplicam-se todas as noites e quase não se vê mulheres de hijab. Até parece que deixaram de usar, mas suspeito que devem passar o dia a cozinhar para as festas nocturnas. :)
Deixo aqui as diversas formas que as mulheres têm de se ocultar. O mais usual por aqui são o Hijab e o Chador, o Niqab também se vê. Nunca vi uma burka neste país.


O Ramadão vai terminar amanhã. Isto se o concelho de imãs conseguir ver a lua nova no céu Argelino, caso contrário segue por mais dois dias. Mas os religiosos não são parvos, toda a gente quer que termine já e eles fazem-lhes seguramente a vontade.

Os dois dias seguintes a terminar o Ramadão são feriado e normalmente passados em família. Faz-me lembrar as saudades que tenho da minha… :)

Quem me conhece, sabe que sou dado a humores e tenho andado numa de Sting.
Aqui fica:
Sting - Fragile
http://www.youtube.com/watch?v=mKq2_Mz6HMA


publicado por BigJoao às 04:46
link do post | Comentar retratos | favorito
Sexta-feira, 17 de Julho de 2009

Escolhas

Há frases que ficam a pairar na sala mesmo depois de há muito termos saído, mesmo depois de a voz se ter desfeito e se tornar indistinta, de já não pertencer a ninguém, de já ninguém a ter dito.

"Para ti é simples, tens uma vida fácil", "... é simples, tens uma vida fácil", "... simples, tens uma vida fácil", "...tens... vida ... fácil", " ... fácil ...", "... vida...", "... tens uma vida ...", ..., ..., "... para ti..., tens ... fácil", ..., ..., ..., ...

Arrependo-me de tão pouca coisa na vida, mas arrependi-me de não ter sido mais veemente... nunca tive uma vida fácil! Nem hoje a tenho. Sim, vivo num hotel de 5 estrelas, com a roupa lavada e a comida servida; mas estou aqui preso, num regime ditatorial, sem liberdade de movimentos, numa sociedade praticamente medieval, a ensinar a civilização a quem não quer aprender, a quem acha que já sabe tudo, a quem acha que faz tudo bem, longe dos filhos, da família, amigos, amores. Não posso censurar ninguém por isto, foram as minhas escolhas e é sobre isso que falo.



As escolhas que fazemos na vida são o que traça o nosso percurso, são o que faz de nós pessoas distintas, pessoas únicas. Não acho nenhum percurso fácil, nem julgo ninguém rapidamente.
Todos pagamos um preço pelas nossas escolhas. No meu caso a vida tem sido lesta a pôr-me no meu lugar, a pagar-me da mesma moeda. Se digo a alguém que infelizmente não estou apaixonado, rapidamente me apaixono por alguém que me diz exactamente o mesmo; se fico eufórico por ganhar isto ou aquilo, rapidamente alguém me reduz à minha insignificância...

Haverá alguém que possa dizer que o Michael Jackson teve uma vida fácil? Ponham-se nos sapatos ( e nas meias :) ) dele... façam as escolhas que ele fez e depois contem...

:)
"Para ti é simples, tens uma vida fácil", "...fácil..."


Bob Marley - Redemption Song (Acustic) Live in New York


publicado por BigJoao às 17:38
link do post | Comentar retratos | favorito
Sábado, 13 de Junho de 2009

Santo António.... me valha

Isto de não ter um blog a sério até me me dá mais gosto. Retira-me a obrigação de escrever, e se eu quisesse escrever por obrigação tinha ido para escritor ou jornalista. Sabendo que este último está para o primeiro como o Aspirante está para o Coronel. :) :) Ai, ai, ui, é pá!!! Também não é preciso bater!!! :)

Tive uma semana tramada, era para ir para fora e acabei por ir para fora cá dentro. Sobrevivi e já cheguei aqui ao 10º país maior do mundo em área.

As notícias de cá parece que não variam, eles continuam a padecer de uma enorme falta de bom senso, que se nota um pouco por todo o lado.
Reparem nesta situação:
À saída do aeroporto uma série de pessoas avançam com malas ou carrinhos em direcção ao parque de estacionamento. Em sentido contrário vem um indivíduo a empurrar dois carrinhos de aeroporto lado a lado, carregados com caixas de fruta, tudo isto a uma velocidade absurda. Desviamo-nos cerca de 6 a 8 pessoas e respectivas malas, praticamente para dentro de um canteiro onde as plantas já secaram há uns meses. Atrás de nós, o mais que provável filho de uma velhinha empurra-a na sua cadeira de rodas inconsciente do desastre eminente. A apenas um metro da colisão, quando se apercebe, sai detrás da cadeira de rodas e impede o choque frontal quando já era evidente que o responsável não ia conseguir fazer nada. Trocam sorrisos, eventualmente desculpas e a vida segue com normalidade.

 

Estou a olhar pela janela, vejo alguém a nadar no Mediterrâneo. A apenas 100/200 metros a oeste há uma saída de esgoto não tratado, que foi motivo para a implementação de um sistema inovador de ..... tratamento de cheiros!!!!!! Sim a "merda" está lá na mesma, só não cheira.
Tudo isto é falta de bom senso e é também uma questão civilizacional. Roma também caiu às mãos dos bárbaros. Se não queremos acabar por ficar como eles, é melhor começar a ajudá-los a desenvolverem-se, senão eles invadem-nos por dentro, tendo 8 filhos por casal enquanto nós Europeus temos só 1,4... estamos a desaparecer. :) :)

E aqui fica a imagem de marca do Deserto. Viva a R4!!!! A rainha do deserto!!!

 

 


Aqui fica o Chet Baker para ouvir

 


publicado por BigJoao às 19:19
link do post | Comentar retratos | favorito
Sábado, 9 de Maio de 2009

As Mulheres

Não é meu hábito copiar alguém, mas acho que ele tem uam certa dose de razão.

08.03.2009, Miguel Esteves Cardoso

Só quando os homens chegam a uma certa idade é que podem dizer com certeza que as mulheres são melhores do que eles em tudo - mesmo na bola, a carregar pianos, a lutar com jacarés ou nas outras coisas em que ganhávamos quando éramos mais novos e brutos e fortes.

Quando se é adolescente, desconfia-se que elas são melhores. Nos vintes, fica-se com a certeza. Nos trintas, aprende-se a disfarçar. Nos quarentas, ganha-se juízo e desiste-se. Nos cinquentas, começa-se a dar graças a Deus que seja assim. Os homens que discordam são os que não foram capazes de aprender com as mulheres (por exemplo, a serem homenzinhos), por medo ou vaidade ou estupidez. Geralmente as três coisas.

Desde pequenino, habituei-me que havia sempre pelo menos uma mulher melhor do que eu. Começou logo com a minha linda e maravilhosa mãe, cuja superioridade - que condescendia, por amor, em esconder de vez em quando - tem vindo a revelar-se cada vez mais. As mulheres são melhores e estão
fartas de sabê-lo. Mas, tal como os gatos, sabem que ganham em esconder a superioridade. Os desgraçados dos cães, tal como os homens, são tão inseguros e sedentos de aprovação que se deixam treinar.
Resultado: fartam-se de trabalhar e de fazer figuras tristes, nas casas e nas caças e nos circos. Os gatos, sendo muito mais inteligentes, acrobatas e jeitosos, sabem muito bem que o exibicionismo os vai levar à escravatura vil.

Isto não é conversa de engate. É até um tira-tesões. Mas é a verdade.
E é bonita.


publicado por BigJoao às 21:59
link do post | Comentar retratos | favorito

.mais sobre o Big

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. A manifestação

. Aquela pequena dor

. O sucesso

. Linhas

. Somos nós

. Já não fumo

. O torpor

. ... aquilo tinha que acab...

. Participação do cidadão

. Inquietação

.Posts do tempo da Maria Cachuxa

.tags

. todas as tags

.Links

.Contador

SAPO Blogs

.subscrever feeds