Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008

Argel 3

Hoje esteve um sol radioso, senti-me em casa. Ainda estão 16 graus e são 20:00h

Ou me estou a habituar, ou então começo a desligar das pequenas contrariedades. Já percebi que é importante dormir nos trajectos de carro, caso contrário perdemos muito tempo no trânsito que depois não conseguimos recuperar. Não tenho novidades do trânsito, mas sim do espírito.

Aparentemente, um árabe pode dizer uma coisa numa circunstância e o seu inverso 5 minutos depois, se a circunstância mudar. Tudo isto com a mesma ou maior convicção. Não é fácil trabalhar com estes pressupostos. Parece-me que vou ter de escrever bastante :)

Com a nossa forma tão portuguesinha de trabalhar, têm-me conseguido arruinar as noites e o descanso por fazerem tudo em cima do joelho. Estratégia errante, alterações constantes, ideias brilhantes à última da hora, são aspectos normais em Portugal, agora juntem-lhe as características árabes e têm a salada completa.
Dá para perceber porque nunca como país conseguimos manter o norte de África na nossa posse, tinham mesmo que cair, Mazagão , Alcacer Quibir (القصر الكبير), etc...

A correcção e delicadeza no trato continuam a surpreender-me. Tinha que vir o trânsito :), hoje saía do "IC19", quando de repente um automóvel mais ou menos recente (+/- 1994) passa à nossa frente por cima de uma zebra, mesmo à frente de dois polícias. Até aqui, tudo normal. Mas o polícia deve ter acordado com os pés de fora e mandou-o parar, disse lhe duas ou três palavras e deixou-o seguir. O caricato da história é que o colega do polícia virou-se para o condutor e fez-lhe o sinal internacional de aprovação com o polegar bem para cima, enquanto sorria como quem pede desculpa pelo colega. O condutor nem chegou a parar, abrandou enquanto ouviu um mais que provável "Não voltes a fazer isso".
A parte chata é que eu estava a tentar adormecer, naquela fase de ter os olhos abertos mas estar a desacelerar. :)



Hoje trago-vos esta mercearia tradicional... há de tudo.
Para que entendam melhor... não se podem tirar fotografias a edifícios públicos ou às autoridades (um par de polícias a cada dois cruzamentos). Basicamente, se mexe é polícia, se não mexe é edifício público! :


publicado por BigJoao às 20:25
link do post | Comentar retratos | favorito

.mais sobre o Big

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.posts recentes

. A garrafa

. Amei

. Voo razante

. Dias sempre iguais

. O mundo mudou

. Acorda Portugal

. A elevação

. e tu?

. O retorno

. A sentença

.Posts do tempo da Maria Cachuxa

.tags

. todas as tags

.Links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds