Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Sofrimento

Passado todo este tempo, continuo com a sensação que me querias dizer alguma coisa. Como se o sofrimento continuasse após o fim, após a morte.
Deixei há muito de ser religioso, embora continue a acreditar em algo. Talvez o Budismo seja mais adequado para mim que a religião vigente, tão cheia de culpa, cheia de dor, de obrigações e com tão poucos direitos. No entanto, continuo atento ao pormenor, às pequenas coincidências. São elas que me vão piscando o olho, que me chamam a atenção para coisas em que normalmente não repararia.

Sempre estive atento ao sofrimento humano, às tragédias humanitárias via telejornais, mas também ao sem abrigo que dorme sob caixas de cartão em Stª Apolónia. O sofrimento alheio custa-me hoje mais que antes. O sofrimento psicológico, o físico, todas as formas de sofrimento me são agora difíceis de tolerar. Falo no sofrimento alheio porque nunca achei que sofresse eu próprio.
Sempre me achei um tipo com sorte na vida, sempre fiz as escolhas fáceis, pelo menos sempre as achei fáceis. Hoje olho à volta e vejo que muitas dessas escolhas foram lógicas, mas não fáceis. Foram lógicas para mim, para a minha lógica, para a lógica que cimentaste em mim.

Por vezes recordo aqueles dias e o teu olhar meio perdido, nebuloso, a incapacidade de comunicar com o mundo, com os que te amam e que amaste.


publicado por BigJoao às 21:56
link do post | Comentar retratos | favorito
1 comentário:
De joel a 21 de Maio de 2010 às 19:52
Lindo. Tens de me mandar algum destes para o msn porfavor mandame nem que reja so 1


Comentar retrato

.mais sobre o Big

.pesquisar

 

.Novembro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29


.posts recentes

. A garrafa

. Amei

. Voo razante

. Dias sempre iguais

. O mundo mudou

. Acorda Portugal

. A elevação

. e tu?

. O retorno

. A sentença

.Posts do tempo da Maria Cachuxa

.tags

. todas as tags

.Links

.Contador

blogs SAPO

.subscrever feeds